quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Memória histórica da Central do Brasil (1908) já está em PDF

Capa do livro "Memória histórica da EF Central do Brasil"

1) O livro Memória histórica da Estrada de Ferro Central do Brasil, de 1908, já está disponível em PDF na Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados.

Obs.: Alguns amigos e eu tivemos alguma dificuldade em baixar o PDF da Câmara dos Deputados no Chrome. Pode ser interferência (ou falta) de algum plugin, daqueles que exibem o PDF online e dão opção de baixar. Em vez disso, hesitou um pouco sem saber o que fazer e depois foi para download. Na primeira tentativa, recebi um suposto PDF com apenas 766 KiB, que não abre. Tentei de novo, clicando com o botão direito do mouse, e escolhendo "salvar como" (PDF). Aí, sim, veio o PDF verdadeiro, de 175,9 MiB. No Firefox, foi direto para download, e acertou de primeira.

Estação General Carneiro, na “Memória histórica da EF Central do Brasil” (1908)

2) Prossegue a disponibilização das principais imagens + informações resumidas — em um novo layout de página, "flexível", buscando atender os internautas, tanto de desktop quanto de celular.

Começando do último para os primeiros — e, nos próximos dias, refazendo as imagens no Gimp (Linux), que parece oferecer melhores resultados do que o Photoshop:
Memória histórica da EFCB
• Locomotiva Baronesa
• Igreja de Sant'Ana
• A primeira estação do Campo
• Estação Corte em 1870
• Estação Desengano
• Estação Entre-Rios
• Estação Porto Novo do Cunha
• Estação Saudade
• Estação Comércio
• Estação Miguel Burnier
• Estação Ouro Preto
• Estação Cachoeira
• Estação Cruzeiro
• Estação Juiz de Fora
• Estação Surubi
• Estação Lafaiete
• Estação Sítio
• Estação Gamboa
• Estação General Carneiro
• Estação Belém
• Estação Rodeio
• Ponte Paraíso
• Ponte de Cachoeira
• Monumento em Entre-Rios
• Túnel Grande
• Túnel nº 1
• Edifício da Tração de São Diogo
• Oficinas do Engenho de Dentro
• Pedreira São Diogo
Estações em 1960

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Estou em busca de informações sobre antigos funcionários da Central do Brasil. Você poderia me dar uma pista? Sou neta de operário das Oficinas do Engenho de Dentro.

      Excluir
    2. Boa noite, Andrea!

      Gostaria de poder te ajudar... Se meu pai estivesse entre nós poderia fazer isso, pois sua memória era excepcional e chegou a fazer estágio nessas oficinas no ano de 1967. Também estava buscando informações sobre a ferrovia onde meu pai, tio e avô trabalharam e casualmente encontrei a sua mensagem.
      Desejo de todo coração que você encontre as informações que procura!
      Um abraço.
      Clarice

      Excluir
  2. Alguém saberia informar se os arquivos sobre antigos funcionários da Central do Brasil ainda existem? Meu avô foi operário nas Oficinas do Engenho de Dentro e necessito de informações sobre ele.

    ResponderExcluir